Dicas para montar um home office agradável e produtivo.

Na hora de montar um espaço de trabalho, o ideal é reforçar os prós em se trabalhar em casa e fazer o possível para tirar de vista o que pode tirar o foco das tarefas. Mas não é necessário transformar seu espaço de trabalho em um ambiente sem conforto e atrativos para aumentar a produtividade – um equilíbrio é necessário.

Não ouse demais – Na hora de montar um espaço de trabalho, é natural que se deseje um ambiente diferente dos demais. Mas é importante não ousar. Móveis cheios de curvas, como os vistos em revistas de design e redes sociais como o Pinterest, podem não ser funcionais: uma cadeira toda descolada pode causar problemas na coluna e chamar atenção demais. “Quando há muitos estímulos visuais,  o próprio ambiente pode ser o causador de distrações que diminuem a produtividade.

Siga regras ergonômicas – A ergonomia é o estudo da relação do ser humano e os ambientes em que ele se encontra. No trabalho, esse estudo objetiva o bem-estar frente a males causados pela jornada de trabalho, como dores nos pés, na coluna e problemas visuais. Alguns pontos que devem ser levados em conta na hora de preparar seu home office: ajuste sua cadeira em uma altura que permita que seus pés sempre estejam apoiados firmemente no chão ou em um descanso para pés (Não tem apoio para os pés? Empilhe livros até uma altura confortável para você.), posicione seu antebraço em posição paralela ao chão na hora de digitar e coloque o monitor de uma maneira em que seus olhos consigam ver toda a tela sem movimentos bruscos da cabeça.

Abra espaço para a luz natural – O sol faz bem e pode te ajudar a se manter acordado. Por isso, monte seu home office perto de uma janela. E dependendo da vista, vale começar seu horário de descanso dando uma bela olhada lá fora!! Mas não esqueça das lâmpadas – A luz natural faz bem, mas provavelmente não será suficiente para iluminar seu local de trabalho. Por isso, não esqueça das lâmpadas. Vale uma dica: em vez de luzes de parede, tente colocar luminárias na sua mesa – essas luzes podem proporcionar brilho suficiente e ainda deixam o ambiente com um clima mais bonito.

Guarde papéis de forma inteligente – O armazenamento de documentos é o principal problema de quem trabalha em casa, por conta da aversão das pessoas àqueles grandes armários de documentos. Nos primeiros dias de trabalho, você pode pensar que vai sobrar espaço, mas aguarde e verá a quantidade de papel produzida durante o trabalho. No entanto, dá para ter estruturas mais bonitas, como prateleiras coloridas, por exemplo.

 Crie um “espaço de conforto” – Trabalhar por muito tempo sem uma parada é prejudicial à saúde e à própria produtividade – é necessário parar para readquirir a concentração do começo do expediente. Na hora de descansar, prepare um lugar confortável. Tudo depende de espaço, claro, mas uma poltrona estofada, um travesseiro e uma luz mais fraca podem fazer a pausa valer muito mais a pena.

Personalize com bom senso – Nada contra colocar fotos de família na sua mesa, mas, depois de um tempo, elas deixam de chamar a sua atenção. “É importante personalizar a mesa, mostrar que aquele lugar é seu, mas talvez seja melhor fazê-lo com memes impressos, histórias em quadrinhos ou até um cheiro que te deixe mais alegra”.

Tenha uma plantinha perto de você – Uma planta é a decoração perfeita para o seu home office, já que ela traz para a sua casa algo que está lá fora. Além disso, ela não chama atenção bastante para tirar a concentração. Outra vantagem das plantas é que é possível deixá-las mais de dois dias sem água. Em outras palavras, você não precisa nem chegar perto do seu home office aos fins de semana.

Tire da sua vista coisas que te incomodavam no seu local de trabalho na empresa – Aversão a um eletrônico mais que comum em escritórios: impressoras. “Elas parecem chatas e até seus barulhinhos me irritam” ou aquele monte de post-its colocados no monitor, ou o toque do telefone. Trabalhar em casa tem que ser mais legal do que trabalhar fora, então é importante tirar de vista o que pode te deixar para baixo. “Ninguém está falando que é proibido ter uma impressora ou um telefone, mas….

Mantenha o que você precisa ao alcance da sua mão. Se possível, pense na ideia de ter um frigobar no seu escritório. “Mas é importante parar. Almoçar na mesa de trabalho é algo que não deve ser feito, por mais legal que o ambiente de trabalho seja”. Não é preciso ficar ali todo o tempo do mundo.

Deu aquela vontade de mudar ? Será um prazer ajudar !!!

BANHEIROS PEQUENOS IDEIAS E SOLUÇÕES

Banheiros pequenos são sempre um desafio e muitas vezes, a falta de espaço é colocada como a grande dificuldade para se chegar a resultados diferenciados.

Porém, é possível aliar a funcionalidade e o conforto necessários nesse ambiente com soluções criativas, que façam o bom uso do espaço e, que além disso, colaborem para o melhor bem-estar dos usuários.

dicas-para-banheiro-pequeno

Revestimento

Uma boa dica para banheiros pequenos é utilizar o mesmo revestimento no piso e nas paredes. A continuidade de material integra o ambiente e promove a sensação de amplitude do espaço, alongando-o.

Com relação ao tipo e formato dos revestimentos, as formas retangulares ajudam a dar sensação de amplitude e a forma horizontal realça o sentido da largura, criando a ilusão de que as paredes também são mais largas.

Além disso, pode-se investir em pastilhas, material muito usado em banheiros. Elas são versáteis e podem ser encontradas em diferentes formatos, tamanhos e cores, desde tons neutros até cores vibrantes.

Dicas-para-banheiro-pequeno-mesmo-revestimento-em piso-e-paredes-proporcionam-amplitude

Móveis

Planejar os móveis cuidadosamente é uma estratégia importantíssima em projetos de banheiros pequenos.

Um bom planejamento dos móveis do banheiro ajuda também a armazenar todos os itens e objetos do cliente de maneira organizada, sem prejudicar o visual do ambiente.

dicas-para-banheiros-pequenos-Moveis-planejados-em-banheiro

Espelho

Não é novidade que o espelho é uma excelente estratégia para proporcionar amplitude aos espaços. No caso de banheiros pequenos, ele também é muito bem-vindo não somente na parede da bancada, mas também em outros planos de paredes desse cômodo.

Uma dica interessante é substituir o tradicional box com porta de vidro por uma porta revestida com espelho, integrando e ampliando o ambiente.

dicas-para-banheiro-Uso-de-espelho-proporciona-amplitude-ao-banheiro

Cuba

A escolha da cuba também pode otimizar um banheiro pequeno. Nesse caso, recomenda-se prever uma bancada pouco larga para não dar a sensação de “sufocamento”.

A profundidade da bancada também deve ser reduzida para liberar mais espaço de circulação.

dicas-para-banheiro-pequeno-banheiro-com-cuba-de-semi-encaixe

Box

O box é um item importante em qualquer banheiro e deve ter espaço suficiente para acomodar sua função confortavelmente.

Em um banheiro pequeno, o box de canto pode ser uma boa opção para economizar espaço. Nesse caso, deve-se prever a localização da pia em uma parede e o vaso em outra, para possibilitar as circulações.

Resultado de imagem para modelos de box de canto

Iluminação

A iluminação também colabora para um bom projeto de banheiro de área reduzida. Quanto melhor iluminado o banheiro, mais prazerosa será a experiência do espaço, eliminando a sensação de apertamento.

temperatura da luz é outro item importante. Ela deve ser mais fria, na cor branca, pois a luz amarela pode interferir na percepção do usuário, alterando a cor da maquiagem, por exemplo.

A iluminação natural é sempre importante, mas na falta dela Arandelas ou luminárias laterais também auxiliam em tarefas como fazer a barba ou maquiagem.

Além da luz da bancada, o banheiro deve contar com iluminação geral para possibilitar a visão total e limpeza do ambiente. Recomenda-se também iluminar a área do box e criar efeitos de iluminação mais cênicos, que proporcionem aconchego e relaxamento.

Nichos embutidos e iluminados dentro e fora do box completam a decoração e deixam tudo a fácil alcance

Nicho no box

Os nichos para banheiro são ótimas opções para aproveitar o espaço vertical e ter lugar para guardar itens ou até objetos decorativos.

O recurso pode ser embutido dentro do box, dispensando o suporte para shampoo e liberando mais espaço para a área do banho. Outra forma de uso é instalar nichos externos na parede, caso não seja possível embuti-los.

Resultado de imagem para nicho nos banheiros

Aproveite as paredes e utilize prateleiras

As paredes de um banheiro pequeno são espaços muito preciosos que podem ser aproveitados para colocação de nichos, suportes e objetos de decoração.

Deve-se observar, porém, se esses elementos apresentam profundidades adequadas, que não gerem perigo de acidentes nem desconforto na hora da utilização do espaço.

Em muitas ocasiões é possível que os banheiros não tenham dimensões suficientes para acomodar armários e ainda garantir espaços de circulação confortáveis.

Nesses casos vale a pena substituir os armários por prateleiras, que tem aspecto mais leve, diminuindo a sensação de “peso” no ambiente.

Além disso, as prateleiras também podem ser confeccionadas em vidro, o que confere ainda mais leveza pela transparência e pouca espessura.

dicas-para-banheiro-pequeno-prateleiras-no-box

Aproveite o espaço acima do vaso sanitário

Outra solução interessante em banheiros pequenos é utilizar o espaço acima do vaso sanitário com prateleiras ou armários.

Essa solução é válida somente para banheiros que contem com vaso sanitário de caixa acoplada, pois é justamente a profundidade da caixa acoplada que permite a utilização do vaso sem que o usuário bata a cabeça no móvel.

dicas-para-banheiro-pequeno-Banheiro-com-armario-acima-do-vaso-sanitario

Contribuíram para estas dicas, Site Viva Decora e DECA.

Temperatura, conforto e economia.

SPRAY DE POLIURETANO EM TELHADOS

Uma excelente opção de isolamento térmico para reduzir a temperatura de forma eficiente e sem realizar grandes obras.Aplicado sobre telhados e lajes, o spray de poliuretano é um isolante térmico que reduz a temperatura ambiente no interior do imóvel.

Pelo processo de projeção em alta pressão “in loco” é aplicada uma espuma rígida de poliuretano ISARTHERM 20. A camada formada é monolítica auto-aderente, sem emenda e resistente à chama (NBR 73589), com densidade de 40kg/m3.

Aplicações: Telhados, Lajes, Chapas galvanizadas, Mantas asfálticas, etc

PROPRIEDADES

  • Não é necessária a paralisação dos serviços executados dentro do ambiente a ser tratado.
  • Prazo de execução menor que outros métodos.
  • Baixa condutividade e maior eficiência térmica – não existem juntas nem emendas.
  • Forma um corpo homogêneo que evita infiltrações de água, corrige as existentes e previne o destelhamento causado por ventanias.
  • Resolve o problema de condensação na superfície isolada.
  • Economiza energia em processos de refrigeração ou aquecimento.Isento de CFC, não agride a camada de ozônio.
  • Não apodrece, não mofa e não é atacado por insetos e roedores.
  • Atende às normas da ABNT-EB591 e Petrobrás N-1618.Resistente à chama NBR 73589.

Uma solução ecológica, simples e eficiente.

 Nós podemos ajudar.

Fonte: Isar revestimentos

Piso Laminado: Dicas, inspirações, vantagens e desvantagens

corredor com piso laminado

Corredor com piso laminado deixa o ambiente elegante e combina com diversos tipos de decoração

cozinha com piso laminado

Piso laminado na cozinha deve ser tratado com cuidado devido à baixa resistência à água

Vantagens e desvantagens do piso laminado

1. O piso laminado possui fácil manutenção

Esse tipo de revestimento é bastante prático na hora de ser limpo já que não exige muito esforço ou materiais especiais. Entretanto, recomenda-se que seja limpo com vassoura com cerdas macias e um pano úmido com produto de limpeza adequado. É importante que o piso não seja lavado, pois não possui muita resistência à água.

flooring bicicleta na sala de estar com piso laminado

O piso laminado na sala de estar combina com uma decoração arrojada

 2. O piso laminado possui um custo-benefício atrativo

O preço do piso laminado é bem menor do que o valor dos pisos de madeiras naturais, sendo que o impacto visual é extremamente semelhante. Isso se deve ao custo inferior do seu processo de fabricação.

Além disso, o gasto com a instalação do piso laminado é reduzido e com um tempo otimizado. O revestimento laminado dispensa acabamento e, em comparação com outros tipos de revestimento, há menos sujeira durante a aplicação.

sala de estar e de jantar conjugada com piso laminado

O piso laminado é perfeito para ambientes integrados como sala de estar e jantar

3. O piso laminado é excelente isolante térmico e acústico

O piso laminado é um revestimento capaz de deixar o ambiente bastante aconchegante, principalmente em regiões mais frias. O piso é instalado sobre mantas de polietileno, funcionando como um excelente isolante térmico. Isso o transforma em um isolante acústico, deixando o ambiente mais silencioso, o que é perfeito para quartos e salas de TV.

quarto-de-casal-amplo-com-piso-laminado

O piso laminado no quarto é perfeito, pois ele é um ótimo isolante térmico e acústico

4. O piso laminado tem baixa resistência à umidade

Esse tipo de revestimento para piso não possui grande resistência ao contato direto e constante com água. Se isso ocorrer, o piso pode ser deformado e gasto com o tempo, deixando o ambiente deselegante e propenso a acidentes. Além disso, alguns modelos podem ser escorregadios.

Home Laminate Flooring piso laminado no home office

Espaços como o home office é perfeito para receber um piso laminado, principalmente devido à sua proteção acústica

A versatilidade do piso laminado,  se adapta aos diferentes tipos de ambientes e decorações.

piso laminado na sala de estar com tv

 A sala de TV pode ficar com uma proteção térmica e acústica mais agradável com o piso laminado

piso laminado na sala de tv

Seu animalzinho de estimação deve ser bem domesticado para não prejudicar os pisos laminados

Laminated FLooring cozinha com piso laminado

O piso laminado combina perfeitamente com uma cozinha rústica

sala de jantar com piso laminado

Decorações modernas ficam perfeitas com esse tipo de piso também

1397 quarto de casal com piso laminado de ila rosete

O quarto de casal pode ficar muito mais aconchegante com um piso laminado.

 

Corredor com piso laminado Projeto de Edmilson Sou

O piso laminado fica bonito até mesmo em corredores.

 

Lembrando sempre, é de extrema importância que o conjunto (o ambiente) componha com o estilo do piso para evitar prejuízos. Nós podemos ajudar.

Fonte: vivadecora

 

Porcelanato Líquido. A bola da vez?

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D na sala de estar

Sala de estar com porcelanato liquido que imita o mármore cinza

Há dois tipos de resinas que são utilizadas para criar o porcelanato liquido, o epóxi e o poliuretano. Os materiais são muito similares visualmente e, por  isso, são frequentemente confundidos.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D com desenho de flores

Piso de porcelanato liquido com adesivo de flores por baixo

Porcelanato Líquido: Diferenças de Resina Poliuretano e Resina Epóxi

Ambos são resinas liquidas que podem ser aplicados sobre pisos de cerâmica ou pedras. Além disso, ambos deixam um aspecto homogêneo e brilhante, comum para porcelanato liquido.

Quanto à composição, o piso de porcelanato liquido  autonivelante é uma resina à base de epóxi, não de poliuretano. A aplicação do porcelanato liquido epóxi é jogada sobre o piso e espalhado com algo similar a um rodo e automaticamente ela nivela a superfície.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D vermelho

O piso de porcelanato liquido de Epóxi, normalmente, é de uma mesma cor homogênea.

O piso de porcelanato liquido de poliuretano requer que o piso seja nivelado, inclusive com o fechamento dos rejuntes. Normalmente é utilizado uma pasta para nivelar todo o piso e deixar ele preparado para a aplicação.

Quanto à resistência, os pisos de porcelanato liquido de epóxi são mais resistentes no que diz respeito à produtos químicos. Enquanto o piso de poliuretano são mais resistentes à riscos, variações de temperatura e dilatações.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D de ceu no quarto

Porcelanato liquido com adesivo com desenho de céu para o quarto ficou perfeito

O piso de epóxi possui uma variedade maior de opções de cores, podendo fazer desenhos, composições ou utilizar adesivos por baixo. O porcelanato liquido de poliuretano é disponibilizado apenas nas cores branca, bege ou cinza.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D cinza na sala de estar

Piso de porcelanato liquido com desenhos que imitam pedra

 Cuidados em relação ao porcelanato liquido

Há alguns prestadores de serviço que vendem e aplicam piso de poliéster como de se fosse de porcelanato liquido. Eles possuem um efeito visual bastante parecido, mas a resistência e durabilidade do piso de poliéster é muito menor. Por esse motivo, é importante você contratar profissionais capacitados, questionar sobre as características do piso que você está adquirindo, pois existe vários outros pisos que prometem o mesmo efeito.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D tampa de garrafa

Tampinhas de garrafa cobertas por porcelanato liquido transparente

Por fim, após aplicado, verifique com o profissional o prazo para o piso secar totalmente. O uso do piso sem estar completamente seco pode danificar todo o trabalho.

Pisos de porcelanato liquido, piso 3D e piso Epóxi

Alguns exemplos de pisos de porcelanato liquido, piso 3d ou Epóxi.

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D corredor de areia

Piso 3D de epóxi com adesivo por baixo deixa o ambiente mais exclusivo

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D cimento queimado na cozinha

Piso de epóxi aplicado numa cozinha com efeitos de mármore

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D de cimento queimado

Piso de porcelanato liquido escuro deixou o ambiente sofisticado

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D de pedras

O brilho do porcelanato liquido é muito alto, aplicando um adesivo por baixo fica um piso 3D incrível

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D marrom

Piso de epóxi permite fazer mistura com cores para criar um efeito visual

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D colorido

Porcelanato liquido com várias cores misturadas criando um efeito visual

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D mapa mundi

O porcelanato liquido combina com adesivo que imita diversas texturas e desenhos

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D com moedas

Utilizar o porcelanato liquido para expor suas coleções no piso pode ser uma forma única

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D na cozinha

O piso de poliuretano pode ser perfeito para ambientes que você utilizará uma cor homogênea

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D de mar

Muitas pessoas gostam de aplicar adesivos que remetem ao mar no piso 3D

Os banheiros são os preferidos na hora de colocar o piso 3D

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D com efeito marmorizado verde

Diversas texturas podem ser criadas no piso de porcelanato liquido

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D com desenho vintage

O uso de adesivos com desenhos vintages é uma forma mais elegante de aplicar o porcelanato liquido

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D com desenho de sol

Colocar apenas um desenho ao centro da aplicação pode ser uma boa ideia para o porcelanato liquido

Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D cachoeira

O piso 3D é capaz de criar uma sensação muito diferente nos ambientes em que é aplicado

O piso de epóxi pode ser fosco e de uma cor só também

metallic-epoxy-flooring Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D

Piso com um efeito metálico deixo a cozinha única

3d-inkject-Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D

O piso 3D pode criar um ambiente único na sua casa e estimula as suas sensções

3d-floor Piso de Porcelanato Liquido Epoxi ou 3D

Há lugares que criam seu piso personalizado para a aplicação do porcelanato liquido

3D-Floor-painting-Piso de Porcelanato Liquido Epoxi

DICA DE OURO :

Use com moderação. É de extrema importância que o conjunto (o ambiente) componha com o estilo do piso para evitar pesadelos. Nós podemos ajudar.

Fonte: Viva Decora

Tipos de papel de parede e como escolher o ideal para sua casa

Está querendo dar uma repaginada na casa? Já pensou em trocar a tinta pelo papel de parede? Saiba que o uso desse tipo de revestimento — muito empregado no passado — voltou com força total e pode ser uma excelente alternativa para quem quer inovar na decoração da casa.

Esse item contribui com a decoração de vários ambientes, tornando-os mais modernos e harmoniosos, já que ao contrário de outros materiais, conta com uma gama imensa de texturas, estampas e cores.

Vale lembrar que esse revestimento já foi muito caro há algum tempo. Hoje, no entanto, é bem mais acessível, com um custo que pode variar de acordo com o tipo. Sua aplicação é simples e deve ser feita por um profissional ou, até mesmo, por você se assim preferir — sendo necessário apenas seguir as instruções do fabricante.

Papel de Parede Chevron Star

 

Os vários tipos de papel de parede ganharam muito espaço nos últimos anos e, agora, eles voltaram a ficar em alta. Eles são ótimas opções caso você queira dar uma repaginada em algum ambiente da casa sem fazer muita bagunça, umas das vantagens desses revestimentos.

Também são excelentes para personalizar os quartos ou criar uma sala mais aconchegante de forma bem mais rápida do que as tradicionais pinturas de parede. E você vai adorar saber que o custo-benefício deles em relação às tintas é bem melhor.

Quais são os tipos de papel de parede mais usados?

1. Tradicionais

Os papéis de parede tradicionais são fabricados em celulose, ou seja, é o papel propriamente dito. Eles possuem vários tipos de estampas e apresentam um aspecto liso e seco. O ideal é que sejam aplicados em paredes lisas para garantir o resultado desejado, já que não camuflam imperfeições.

Esse é um dos tipos de papel de parede mais usados na decoração e é indicado para se aplicar em ambientes mais secos, para que o papel não sofra danos causados pela umidade.

2. Vinílicos

Os vinílicos possuem uma aparência de plástico, pois são fabricados em PVC ou revestidos com uma camada de vinil. Eles têm a vantagem de serem impermeáveis, o que faz com que possam ser aplicados também em paredes mais úmidas.

A limpeza desse material é extremamente fácil. Devido a sua textura ser bem lisa e escorregadia, a limpeza pode ser feita com bucha e detergente ou com pano úmido.

Os papéis de parede vinílicos são muito usados em locais de maior circulação na casa e conseguem disfarçar irregularidades nas paredes.

3. TNT

O Tecido Não Tecido (TNT) ficou amplamente conhecido e já faz parte da decoração como um dos tipos de papel de parede encontrados atualmente. Esse tipo de revestimento possui como matérias-primas o poliéster e a celulose, que confere ao material um aspecto característico que nos faz lembrar tecido.

Assim como os vinílicos, eles podem ser aplicados em locais secos e também nos mais úmidos, pois resistem bem à umidade. Também possuem outro benefício: podem ser aplicados tanto em paredes lisas quanto irregulares.

Eles podem ser lavados com bucha e detergente, assim como os anteriores, porém, com mais delicadeza.

4. Alto-relevo

Esse tipo de papel de parede é feito com algumas “injeções” de espuma que proporcionam ao revestimento um alto-relevo com aspecto “fofo”. Daqueles que você, instintivamente, sente vontade de apertar para conferir qual é a textura. Se você tem animais de estimação, como gatos e cachorros, é melhor evitar esse tipo de revestimento.

A limpeza deve ser feita com o aspirador de pó, para não danificar a textura do papel.

5. Veludo

Esse é um dos tipos de papel de parede mais glamourosos e requintados. Possuem, realmente, a textura do veludo, conferindo muita sofisticação ao ambiente em que são aplicados. São indicados para áreas de pouco movimento e não devem ficar expostos ao sol.

São muito sensíveis, por isso, devem ser limpos apenas com o aspirador de pó.

Como escolher o papel de parede ideal?

Na hora de escolher o papel de parede  existem alguns pontos a serem considerados, desde o preço até a combinação com os móveis. Veja abaixo algumas dicas e evite alguns dos erros mais frequentes:

“Você pode procurar ajuda profissional, que tornará sua vida muito mais fácil.”

Escolha um papel de parede que tenha a ver com você

Um dos pontos importantes a se observar é adequação do papel de parede à sua personalidade. Opte pelo estilo de papel que reflita o seu gosto pessoal.

Se você é uma pessoa mais clássica e escolhe um revestimento mais divertido, certamente não vai se sentir confortável em casa. O contrário também pode acontecer.

Cada parede pede um tipo específico de papel

Observe também a superfície da parede na qual você pretende aplicar o revestimento, pois, como dissemos, existem os tipos de papel de parede mais adequados para cada situação. Observe, ainda, qual é o ambiente em que se pretende aplicá-lo.

Os papéis mais lisos são indicados para as paredes de quartos, pois não acumulam poeira. Por outro lado, os modelos tradicionais possuem muitas opções de texturas e são ideais para as salas, assim como os papéis em alto-relevo.

Os papéis em veludo também são próprios para salas mais elegantes e não devem ser aplicados em casas que tenham crianças ou animais, devido a sua delicadeza.

Já para ambientes, como cozinhas e banheiros, os vinílicos são ótimas opções, pois são fabricados exatamente com o propósito de resistir à umidade.

Observe a combinação de cores

Papel de Parede Faixas - Bali

Por possuírem diversos tipos de papel de parede no mercado, fica até difícil definir a combinação entre eles. Você precisa estar atento à combinação de cores e texturas, além de verificar se o papel combina com os móveis do ambiente onde será aplicado.

O ideal é deixar o papel com textura ou o mais chamativo para apenas uma parede, ao passo que nas demais paredes você pode optar por variações mais sutis da cor predominante. Tenha cautela ao fazer a combinação das cores e, em caso de muita dúvida, aposte em cores mais neutras, como o cinza e o bege, pois são mais fáceis de combinar.

Não podemos deixar de relembrar o quanto é importante que essa escolha seja bastante pessoal. Escolha o que você gostar e não se deixe levar somente pelas tendências. A sua casa deve ser um local onde você sinta paz e tranquilidade, e a decoração é a maior responsável por essa sensação.

Aplicação

Em primeiro lugar, para que o resultado seja perfeito, é preciso preparar a parede que receberá o revestimento. Ela deverá estar lisa e livre de imperfeições, como rachaduras.

Os papéis de parede são vendidos por rolo, cada um tem, normalmente, medidas de 10 metros de comprimento e 50 centímetros de largura.

O cálculo de quantos rolos serão necessários deverá ser feito a partir das medidas da área a ser coberta. No entanto, se o material for estampado, outros cálculos deverão ser feitos para que as estampas se encaixem bem.

Vale lembrar que os fabricantes, para facilitar a vida dos consumidores, já se preocupam em marcar o espaço onde a emenda deverá ser feita, tornando a aplicação muito mais fácil.

Pode ser utilizado em qualquer parede

Pode ser aplicado em qualquer parede do cômodo, não há nenhuma regra quanto a isso. No entanto, você deve tomar cuidado com possíveis exageros, que podem interferir na decoração de sua casa.

Por isso, experimente aplicá-lo em apenas uma parde do cômodo, lembre-se  “ menos é mais” (Mies van der Rohe arquiteto), o papel de parede segue também essa regra. (Sim, nós podemos ajuda-lo!)

Papel de Parede Luxury

Permite uma boa combinação de cores e estampas

Um dos grandes benefícios é contribuir para a decoração da casa, possibilitando muitas combinações de texturas, cores e estampas. No entanto, é muito importante que não haja exagero na escolha das mesmas. O ideal é escolher uma estampa e aplicá-la em uma das paredes, as outras podem ser lisas ou texturizadas.

Assim, use o bom senso, e se tiver alguma dúvida peça ajuda — visto que uma mistura de estampas que não combinem entre si pode provocar uma poluição visual no ambiente e arruinar sua decoração.

É de fácil conservação e limpeza

A limpeza pode ser feita rapidamente e de forma bem simples, bastando apenas um um pano macio. Limpe com movimentos leves para não danificar o material.

Não possui toxidade

Uma das grandes vantagens do papel de parede é a ausência de toxidade, no caso dos adesivos vinílicos a tinta utilizada para impressão das imagens são eco-solventes, o que difere de muitas tintas utilizadas para pintar o interior das residências.

Papel de Parede Balões Ilustra

Possui várias faixas de preços

Por contar com uma boa variedade de tipos, a faixa de preço é bem variada, o que possibilita ao consumidor escolher o que mais se adapte ao seu orçamento.

Como já foi colocado, esse tipo de revestimento, há algum tempo, era muito caro. Hoje, no entanto, com o seu uso muito frequente na decoração, conta com preços mais acessíveis.

Tem uma boa durabilidade

Quando a questão é a durabilidade, o papel de parede sai na frente da pintura, pois essa deve ser retocada a cada dois anos. Já o papel pode durar, dependendo da aplicação, em média três vezes mais que a pintura; o vinílico, por exemplo, pode durar cerca de 5 a 7 anos.

Para casas onde residem também crianças, o papel de parede é ainda mais vantajoso, visto que conta com opções vinílicas que são simples e fáceis de limpar.

Como você pode perceber, o papel de parede se mostra uma opção bem mais vantajosa. Não exige mão de obra especializada, é antialérgico, antichamas, contribui muito com a decoração e ainda dá aquela sensação de aconchego.

Fonte: QCOLA

 

Vai construir e reformar? Saiba os passos antes de iniciar.

Construir ou reformar  é um dos caminhos para realizar o sonho mas pode se transformar em um pesadelo. Antes de começar a construção, você precisa tomar alguns cuidados para garantir que a obra saia do papel, evitando qualquer tipo de transtorno durante a construção ou reforma.

Porque ter a documentação do imóvel em dia?

Se uma obra feita sem as autorizações necessárias e for pega na fiscalização do governo, ela pode ser barrada, e  além das multas existe a chance da construção ser demolida.

Os documentos básicos para legalizar sua obra

1. Matrícula do imóvel

Você deve ter certeza de que o terreno em que vai construir está regularizado. Para isso, confira se ele tem uma matrícula registrada no cartório de imóveis da sua cidade.

2. Alvará de construção emitido pela prefeitura

Para conseguir esse documento, o terreno e o tamanho da construção devem seguir as regras do município. Por isso, o proprietário deve contratar um Arquiteto, devidamente registrado no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) para desenvolver o projeto, onde serão atendidas as necessidades daqueles que habitarão aquela construção, outros itens devem ser respeitados como: iluminação, ventilação, área permeável, recuos e taxas de aproveitamento e ocupação. Superada esta fase será protocolado um processo junto a prefeitura. Com o projeto aprovado, o alvará será emitido. Poderá ser emitido um alvará de Projeto pelo arquiteto responsável por este documento e outro de execução pela empresa responsável pela Obra ou um alvará único.  “Os alvarás: de Aprovação e Execução são essenciais para a condução da construção da obra.”

3. RRT (Registro de Responsabilidade Técnica)

O arquiteto que fizer o projeto deve apresentar a RRT à prefeitura junto com o plano de construção. Sem este documento os alvarás não são emitidos.

Dentro de uma obra, outros profissionais podem ser envolvidos, como por exemplo: um engenheiro calculista, este deverá emitir sua ART (anotação de responsabilidade técnica) e vincula-lá a RRT principal.  Idem para projeto de ar condicionado, movimentação de terra etc.

Obs: A RRT (Registro de responsabilidade técnica) e ART ( anotação de responsabilidade técnica) possuem os mesmo valor, porém são emitidos por Conselhos diferentes.

4. Habite-se da obra

No fim da construção, a prefeitura faz uma vistoria no imóvel para saber se as regras locais foram seguidas. Deverá estar em ordem, (afinal foi executada por profissionais qualificados e capacitados), então  ela emitirá o Habite-se, também chamado de certificado de conclusão de obra.

A importância  da execução da obra ser realizada por uma empresa de construção, além da responsabilidade e a proteção que o CDC (código de defesa do consumidor) garante, quando da emissão das notas fiscais pelo serviço realizado, os impostos recolhidos servem para abater as taxas e impostos na emissão do certificado de conclusão.

5. Registro de imóvel

Com a planta do imóvel e o Habite-se em mãos, o proprietário deve ir até o cartório de registro de imóveis mais próximo para registrar que uma casa foi construída naquele terreno. Só assim o valor investido na construção será averbado aquele terreno. Por exemplo: Em caso de uma desapropriação,  se a construção não estiver averbada a indenização será feita apenas pelo valo do terreno.

Como saber se sua obra necessita de aprovação:

 

Fonte: BATISTA ROCCA projeto gerenciamento consultoria e construções

 

Tendências de Iluminação para 2018

Para sair da mesmice, reservamos algumas dicas de iluminação incríveis que vão ajudar muito na decoração de sua casa, confira:

 Temperatura das cores

Dentre as tendências de iluminação, o uso correto de temperatura das cores é, sem dúvida, um dos mais práticos e impactantes!

É possível mudar completamente a sensação local com o uso de lâmpadas de temperaturas e cores certas, ou melhor, criar um ambiente bonito e sofisticado apenas com uma boa iluminação.

A tendência para 2018 é procurar realizar um jogo de contrastes entre cores quentes e frias, a fim de aumentar a percepção de profundidade e mudar completamente o clima local, tornando-o muito mais agradável.

tendências de iluminação

 Aposte na simplicidade

Sendo uma das mais importantes dicas de iluminação, aposte na simplicidade. Não é necessário ser extravagante, e o argumento que fortalece essa dica envolve arquitetura e tendências de decoração.

Em 2018, elementos simples serão o foco na arquitetura  e  junto a eles, a decoração minimalista vem com força. Por conta disso, o uso de pequenas luminárias acaba sendo uma tendência de iluminação, visto que conversa muito bem com a decoração em questão.

iluminação

Rasgos de Luz

Já ouviu falar em rasgos de luz? É, sem dúvida, uma das maiores tendências de iluminação para 2018, afinal  torna o ambiente muito mais moderno.

Basicamente, os “rasgos” são realizados no gesso, um espécie de abertura que forma um desenho no teto. A iluminação fica ainda melhor com o uso de Fitas Led, deixando o local muito mais elegante com a iluminação direta e aparência clean.

tendências de iluminação

Trilhos Eletrificados

Deixando um visual incrível e ainda levando a iluminação para onde quiser, trilhos eletrificados vão aos poucos se tornando tendência!

O ponto forte da iluminação em trilho é que, além de facilitar a iluminação em locais específicos, é possível adaptá-la de diversas maneiras, por exemplo, com trilho camuflado (se camufla no teto, desde que o mesmo seja preto ou brnaco) ou trilho industrial!

trilhos de iluminação

Foco nos ambientes

Focar na iluminação adequada de cada ambiente vem se tornando cada vez mais uma tendência. Acabou a época em que qualquer lâmpada era utilizada em qualquer cômodo da residência ou que um único tipo de lâmpada era usado em todos os ambientes.

Cada vez mais as pessoas vêm buscando não só economia de energia, como também temperaturas corretas e tipos de iluminação para cada cômodo. Temos como exemplo o uso de lâmpadas mais quentes para locais como cozinha e escritório, e mais frias para sala.

Há ainda o uso de sistemas ou luminárias específicas, como a iluminação embutida no quartos ou a adoção de sensores de presença banheiros e corredores.

dicas de iluminação

Spots de Iluminação

Spots viraram tendência por dois motivos simples: iluminação focada e decoração! Ou seja, sendo um perfeito 2 em 1, os spots de iluminação possuem uma série de modelos diferentes, se destacando praticamente em qualquer cômodo da casa, desde a sala até o jardim.

Dentre os principais modelos de spots de iluminação, temos:

  • Spot de LED;
  • Spot de Sobrepor;
  • Spot de embutir;
  • Spot direcionável;
  • Spots para móveis

iluminação para casa

Dicas de Iluminação

Agora que você conheceu todas as tendências de iluminação citadas acima, algumas dicas simples podem o ajudar, visto que o uso correto de lâmpadas e luminárias pode tornar o ambiente muito mais bonito e agradável, não é mesmo? Sendo assim, recomendamos:

  • Uso de fitas led como forma de decoração no interior dos móveis;
  • Decoração com pisca-pisca de led, principalmente nesta época natalina. Além de ser uma maneira tradicional de se decorar, gera economia em relação aos pisca-pisca comuns;
  • Para fãs de decorações vintage, recomendamos, sem dúvida alguma, as lâmpadas de filamento de carbono, que dão outro ar ao local;
  • Tome cuidado com a potência das lâmpadas LED. Apesar de todas as vantagens, elas podem iluminar bem o local. Por conta disso, locais muito fechados tendem a ficar muito iluminados, e para evitar dores de cabeça (literalmente) utilize lâmpadas LED com potência um pouco mais baixa.

Fonte: JMC elétrica

Pedras naturais e artificiais: entenda as diferenças!

O acabamento de ambientes recém-construídos ou reformados é um item fundamental que não deve ser negligenciado. Nesse contexto, a utilização de pedras naturais ou artificiais tem um importante papel.

Não importa se o acabamento é da sala, do banheiro, da cozinha ou do hall: para traduzir estilo e sofisticação com um toque exclusivo, as pedras naturais e artificiais aparecem como uma forte tendência.

Diferenças entre pedras naturais e artificiais

Composição

A grande diferença entre os tipos de pedra de acabamento está na composição dos elementos.

Diferentemente das pedras naturais, as artificiais (ou sintéticas) apresentam 90% de rochas naturais como granito ou mármore em sua composição. O restante compõe-se de agentes aglutinantes, como resina de poliéster.

Durabilidade

Outra diferença importante é a durabilidade, já que as pedras industrializadas são mais resistentes do que as naturais.

Mas as pedras extraídas da natureza também têm pontos fortes. Utilizadas desde a Grécia Antiga e Império Romano, proporcionam elegância, aconchego e sofisticação. As mais populares você já deve conhecer: são o mármore e o granito.

Além de versáteis, ambas podem ser utilizadas em escadas, paredes, bancadas, pisos e lareiras. O ponto fraco, entretanto, é a resistência. O mármore, por exemplo, tem uma natureza porosa e pode desgastar-se mais facilmente.

Aplicabilidade

Independentemente de sua escolha, cada tipo de pedra apresenta beleza, resistência, forma de limpeza e estilos próprios. A variedade de cores, por sua vez, é algo comum tanto para pedras naturais como para as artificiais.

Cada tipo de pedra de acabamento também apresenta uma aplicação de acordo com os objetivos do projeto. Se você deseja criar um ambiente sofisticado, as pedras naturais podem ser uma boa opção.

Por outro lado, modernidade e vanguarda são características das pedras artificiais. Sua escolha, portanto, vai depender de seus objetivos e do lugar onde serão aplicadas.

Usando pedras naturais para um toque de clássico

A unicidade das pedras naturais combina com ambientes luxuosos e clássicos. As opções mais desejadas são mármores e granitos, que variam em tons e podem vir com mais uniformidade ou pigmentos bem demarcados. Não à toa, o mármore foi destaque na Casa Cor de São Paulo deste ano.

Mármores travertinos e de carrara são os mais nobres e com padrões mais delicados. Variam entre tons leitosos, de gelo e acinzentados. Se a decoração exige um tom clássico mais conservador, o travertino é uma boa escolha.

Se a intenção é levar leveza ao ambiente, ou se houver combinação com uma decoração moderna em outros acabamentos, o mármore carrara é a aposta acertada.

Granitos têm uma variação de cores maior, já que são formados por três minerais: mica, feldspato e quartzo. A variação de pigmentos é diversificada, mas uma tendência mais forte são os mármores uniformes, como o preto absoluto e o café imperial, tipos mais presentes nas composições atuais.

Apostando em pedras artificiais para um toque moderno

As pedras artificiais têm ganhado espaço no Brasil. Marmoglass, silestone, dekton, nanoglass e aglostone são apenas alguns exemplos de pedras artificiais que vieram para ficar.

Ambientes de luxo voltados para uma imagem mais moderna certamente irão chamar estas pedras artificiais. Podem vir em cores fortes, tons pastéis ou brancos que conferem um ar clean, além de brilho e elegância ao ambiente.

Algumas variações de textura podem ser conquistadas com o dekton, por exemplo. Pedras artificiais também podem ser combinadas com marcenarias em madeira rústica ou laqueadas, já que o efeito é sempre de alto padrão de acabamento.

Combinando pedras naturais e artificiais

Uma boa dica na utilização de acabamentos em pedra é trazer descontração e mais personalidade para o ambiente, mas sem perder em luxo. Uma aposta é investir na combinação de pedras naturais e artificiais. Isso funciona bem, especialmente em banheiros que podem ter piso e paredes em mármore carrara e pia com design marcante em silestone, por exemplo.

Fonte: Polo Mármores